O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Vitamina B6 (Piridoxina): para que serve, benefícios e fontes de alimentos

A vitamina B6 auxilia em muitos processos em nosso corpo, auxiliando a manter seu equilíbrio.

Vitamina B6 (Piridoxina): para que serve, benefícios e fontes de alimentos
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Também conhecida como Piridoxina, a vitamina B6 faz parte do conjunto de vitaminas do complexo B, muito essencial à manutenção da nossa saúde. 

A vitamina B6 auxilia em muitos processos em nosso corpo, auxiliando a manter seu equilíbrio.

Veja a seguir, as funções e os benefícios da vitamina B6 em nosso organismo:

  • Saúde cerebral: a vitamina B6 é indispensável na produção de serotonina e dopamina, que transmitem informações entre neurônios. Também tratam convulsões, depressão, dores crônicas, perda de memória, falta de atenção e mal de Parkinson.
  • Infertilidade e efeitos da gravidez: a vitamina B6 combate infertilidade e equilibra os hormônios durante a gravidez, reduzindo portanto, os efeitos colaterais.
  • Melhora digestão: garante eficácia na transformação de energia e fortalecimento dos músculos.
  • Cabelos, pele e unhas: a vitamina B6 trata a acne, eczema e pele seca, mantendo portanto, a pele saudável. Evita a queda de cabelo e confere ao cabelo e unhas aparência saudável.
  • Atividades co-enzimáticas: promove atividade correta das enzimas, melhorando a imunidade.
  • Sistema imunológico: a vitamina B6 promove uma reciclagem, auxiliando o organismo a se defender de infecções e doenças.
  • Tensão pré-menstrual: o aumento da ingestão da vitamina B6 evita o mau humor e outros problemas comuns a esta fase.
  • Metabolismo: a vitamina B6 extrai a energia dos nutrientes para metabolização das gorduras, vitaminas, carboidratos e aminoácidos.

Ingestão diária recomendada de vitamina B6

São recomendadas as seguintes doses diárias de vitamina B6:

  • 1,3 mg: adultos entre 19 e 50 anos;
  • 1,5 mg: mulheres com mais de 50 anos;
  • 1,7 mg: homens com mais de 50 anos;
  • 2,0 mg: grávidas.

Obtenção da vitamina B6

A vitamina B6 é encontrada amplamente nos alimentos naturais. É ideal o consumo de folhas escuras, cereais, carnes magras e hortaliças. Atenção ao seu processamento, que destrói parte considerável de vitamina.

Os principais alimentos são: cogumelo shitake, batata doce, queijo cottage, salmão e atum, fermento biológico, abacate, ovos, fígado, carne vermelha e semente de girassol.

Suplementação de vitamina B6

Raramente se tem um caso de deficiência desta vitamina, mas havendo necessidade de suplementação, o ideal é adotar a suplementação de todo o complexo B, e não a forma isolada de vitamina B6.

Overdose de vitamina B6

Em longo prazo, o excesso dessa vitamina pode ser maléfico e ocasionar dores abdominais, náuseas, problemas nos rins e neurológicos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.