O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Vitamina A: para que serve, benefícios e fontes de alimentos

Esta vitamina também é essencial para as crianças, pois auxilia no aprendizado eficaz.

Vitamina A: para que serve, benefícios e fontes de alimentos
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

A vitamina A é popularmente famosa como a “vitamina da visão”. Ela traz muitos benefícios que se estendem desde a síntese de hemoglobina ao metabolismo e proteção de radicais livres.

Esta vitamina também é essencial para as crianças, pois auxilia no aprendizado eficaz uma vez que proporciona o desenvolvimento do sistema nervoso e ossos.

A seguir alguns dos benefícios da vitamina A:

  • Saúde dos olhos
  • Promove reconhecimento de baixas quantidades de luz;
  • Proteção dos olhos a ataques de radicais livres;
  • Retarda seu envelhecimento.
  • Saúde dos ossos
  • Condiciona os ossos a um crescimento adequado e saudável;
  • Retarda deteriorações ósseas em adultos e idosos.
  • Antioxidante natural
  • Protege o organismo dos efeitos nocivos dos radicais livres;
  • Diminui ocorrência de doenças crônicas e degenerativas;
  • Proporciona saúde durante o envelhecimento.
  • Prevenção de doenças cardiovasculares
  • Reduz níveis de colesterol LDL (colesterol ruim);
  • Reduz hipertensão;
  • Reduz ocorrência de arteriosclerose.
  • Aumenta imunidade
  • Diminui chances de infecção e virose;
  • Estimula o sistema imunológico.

Outros efeitos positivos da Vitamina A na saúde, e não menos importantes são listados a seguir:

  • saúde nervosa: protege contra doenças do sistema nervoso como Alzheimer ou Parkinson;
  • sinais de envelhecimento: rugas e sinais surgem lentamente, mantém a pele hidratada;
  • síntese de hemoglobina: regulação da produção de hemoglobina, que fornece oxigênio às células do organismo;
  • Saúde masculina: aumento da produção de testosterona (hormônio masculino), fertilidade;
  • Ganho de massa muscular: reduz riscos de fraturas, manutenção da densidade óssea.

Falta de vitamina A

Origina sintomas como cegueira noturna, inflamações oculares, glaucoma, catarata. Também podem surgir infecções frequentes, diarreia, ossos fracos, osteoporose, unhas e pele secas, quebradiças, insônia, fadiga e depressão.

Ingestão necessária de vitamina A

    • Crianças de até 3 anos: 0,3 mg por dia;
    • Crianças de até 8 anos: 0,4 mg por dia;
    • Crianças de até 13 anos: 0,6 mg por dia;
    • Homens adultos: 0,9 mg por dia;
    • Mulheres: 0,7 mg por dia;
    • Grávidas: 0,77 mg por dia;
  • Lactantes: 0,9 mg por dia.

Obtenção da vitamina A

Fontes animais como fígado, gema de ovo, camarões e laticínios (fontes chamadas retinóides). Fontes vegetais como batata doce, cenoura, abobora, brócolis, folhosos verde escuro.

Suplementação de vitamina A

Recomendada por médicos somente se for muito necessário.

Overdose de vitamina A

Leves overdoses podem originar leve coceira ou queimação nos olhos, tonalidade alaranjada nas mãos e plantas dos pés. Outros sintomas incluem náuseas, irritabilidade e visão embaçada.

Overdose severa gera retardo no crescimento, hipertrofia no fígado e baço, perda de cabelo, além de deficiências em recém-nascidos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.