O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Vareniclina: Para que serve, como tomar e efeitos colaterais

A Vareniclina não deve ser utilizada por pacientes menores de 18 anos de idade, grávidas, lactantes e pessoas que tem o hábito de se automedicar.

Vareniclina: Para que serve, como tomar e efeitos colaterais
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

A Vareniclina é um medicamento usado no tratamento contra o tabagismo, ou seja, por pessoas que querem parar de fumar. Ela atua diretamente no cérebro, interagindo parcialmente com o receptor de nicotina, reduzindo a vontade de fumar e os sintomas de abstinência. Seu uso foi aprovado com essa finalidade em 2006 pela FDA (Agência Reguladora de Medicamentos e Alimentos dos EUA), chegando no ano seguinte ao Brasil.

Desde então é considerado o medicamento mais eficaz entre os tratamentos de primeira linha do tabagismo. Ela normalmente é indicada para pessoas que já tentaram outras formas, mas que não obtiveram sucesso na luta contra o fumo. Se mesmo durante assim o paciente fumar um cigarro durante o tratamento, os efeitos de abstinência são bem menores, o que vai diminuindo a dependência ao ato de fumar.

Como tomar Vareniclina

Vareniclina é introduzida aos pacientes aos poucos: primeiro apenas uma dose de 0,5 mg por dia, por três dias. Depois, o paciente começa a tomar duas doses de 0,5 mg em momentos diferentes por mais quatro dias, e por fim começa a consumir um comprimido de 1 mg de uma vez, até o final do tratamento. Com isto reduzem-se possíveis efeitos colaterais e facilita que o paciente se mantenha aderido ao tratamento.

Contraindicações

A Vareniclina não deve ser utilizada por pacientes menores de 18 anos de idade, grávidas, lactantes e pessoas que tem o hábito de se automedicar. Pessoas com alergia à vareniclina ou outros compostos do medicamento também são contraindicadas. Pacientes que apresentarem doenças psiquiátricas não estabilizadas devem primeiro tratá-las antes de iniciar o tratamento com o medicamento.

Efeitos Colaterais

O efeito colateral mais comum do uso da Vareniclina é a náusea (ocorre em 30% dos pacientes), que é minimizada ingerindo-se a medicação após refeições e com um copo de água. Menos de 6% suspendem a medicação por esta razão. Também é comum os pacientes sentirem náuseas, problemas de sono, constipação, gases e/ou vômitos, além de problemas de sono, vívidos e incomuns.

Algumas pessoas também podem ter reações cutâneas sérias enquanto estiverem tomando o medicamento, ou mesmo reações alérgicas. Esses sintomas ou erupções cutâneas com descamação ou bolhas requerem a suspensão do uso e a procura do médico.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.