O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Trazodona: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

O uso de Trazodona deve ser sempre após uma refeição ou lanche.

Trazodona: para que serve, como tomar e efeitos colaterais
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

A trazodona é um medicamento antidepressivo muito acessível e de grande eficácia no tratamento de diversos tipos de depressão. Ela atua diretamente aumentando a concentração de serotonina, substância neurotransmissora responsável pelo humor, reduzindo os sintomas da depressão.

Alérgicos ao medicamento não devem toma-lo, assim como pessoas que estejam fazendo tratamento com injeção de azul de metileno. Médico e familiares devem ficar atentos às mudanças de comportamento e humor quando se toma a Trazodona. Alguns jovem tem pensamentos suicidas quando tomam um antidepressivo e também precisam de fiscalização.

Como tomar trazodona

O uso de Trazodona deve ser sempre após uma refeição ou lanche. Sua dosagem deve ser prescrita pelo médico e o ideal é tomar o comprimido direto, sem quebra-lo. Seu uso deve respeitar o prescrito, pois uma overdose de Trazodona pode ser fatal quando tomada com álcool, barbitúricos, como o fenobarbital ou sedativos como o Diazepam. Geralmente o início do tratamento com Trazodona é com 150mg por dia em doses divididas. Seu efeito demora até 4 horas no organismo.

Contraindicações

O uso da Trazodona é contraindicado para gestantes, pois o uso de um antidepressivo SSRI durante a gravidem pode causar problemas pulmonares no bebê. Crianças também não podem tomar o remédio e os adolescentes com menos de 18 anos só podem com o conselho ou prescrição de um médico. Pacientes com problemas cardíacos recentes (ataque cardíaco) também devem informar ao médico e não tomar o medicamento.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns do uso de Trazodona são: Sonolência, tontura, mudanças de visão, prisão de ventre, boca seca e alteração do paladar. Porém, outros sintomas mais graves e contundentes podem ocorrer e, para todos, deve-se avisar ao médico: Alterações no humor, ataque de pânico, insônia, dores no peito, tonturas mais graves, músculos muito rígidos, sudorese, tremores e até mesmo ereções prolongadas e dolorosa do pênis de até 6 horas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.