O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Sarampo: saiba como evitar esta doença tão contagiosa quanto a gripe

Confira detalhes importantes neste artigo e conheça os maiores sintomas.

Sarampo: saiba como evitar esta doença tão contagiosa quanto a gripe
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

O Brasil observou nos últimos meses um verdadeiro surto de sarampo em Roraima e no Amazonas e a preocupação com este problema de saúde sobretudo para os pequenos aumentou muito.

E o alarde não é para menos: segundo dados da Organização Mundial da Saúde, a OMS, o vírus foi responsável pela morte de mais de 89 mil crianças no mundo todo somente no ano de 2016.

Sarampo: confira informações importantes

Um ponto muito importante para ser detalhado aqui é que esta doença é muito contagiosa. O sarampo é comparado à gripe quando o assunto é o contágio. A transmissão acontece por via respiratória.

Portanto, se alguém com sarampo está com espirro, tosse ou secreções, ela pode transmitir a doença de forma muito rápida.

Outro aspecto conhecido sobre a doença é a febre: ela é o primeiro sinal de que algo não está indo bem. Após isso aparecem as manchas vermelhas, normalmente após dois ou três dias.

Segundo especialistas, as crianças ficam irritadas, com mal-estar além de sentirem dores pelo corpo.

O sarampo também atinge adultos, cuidado!

A vacina contra o vírus é a melhor forma de evitar que aconteça o contágio. 97% dos casos é por falta de vacina, por esta razão, é mais que preciso ter atenção à sua cartela de vacinas.

Não existe um medicamento para acabar com o sarampo, somente os analgésicos e os antitérmicos que servem para reduzir as dores e desconfortos.

O paciente com sarampo precisa encontrar uma forma de se isolar, se afastando de suas atividades sociais como a escola, por exemplo. É o melhor jeito de evitar que outras pessoas acabem sendo infectadas.

Buscar o médico é mais que necessário, já que a doença pode acabar se tornando uma pneumonia e até uma meningite, pois acontece uma inflamação nos vasos sanguíneos e isso pode se tornar um problema grave.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.