O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Queropax: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Queropax é empregado no tratamento de transtorno bipolar, depressão e esquizofrenia.

Queropax: para que serve, como tomar e efeitos colaterais
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Queropax é recomendado para tratamento da esquizofrenia, transtorno bipolar e depressão. A seguir um breve resumo de cada uma destas doenças, e como utilizar o Queropax no auxílio do tratamento destas doenças.

Esquizofrenia
Você já ouviu falar da esquizofrenia? Trata-se de uma doença crônica, muito comum e que pode ter início na adolescência até a vida adulta. Em nosso país temos mais de 1,6 milhões de esquizofrênicos.

A esquizofrenia tem como sintomas alucinações, delírios, alterações de pensamento, falta de concentração, desconfiança em excesso, indiferença. Estudos ainda não descobriram as causas desta doença, mas suspeitas giram em torno de traumas ou por hereditariedade.

Transtorno bipolar
O transtorno bipolar é uma alteração mental que origina variações do humor e de energia no paciente. Acarreta mudanças em sua rotina, e pode levar a uma depressão.

Depressão
A depressão nada mais é do que um distúrbio afetivo que apresenta como sintomas a tristeza constante, baixa autoestima, pessimismo, sentimento de situações ruins a todo o momento e o paciente sente como se estivesse vivendo em uma bolha solitária. O cérebro do paciente apresenta alterações químicas.

É necessário acompanhamento médico para um tratamento adequado, pois a depressão é sim uma doença que pode acarretar outras, e devido a isto é chamada síndrome.

Indicações e modo de ação do Queropax

Queropax é empregado no tratamento de transtorno bipolar, depressão e esquizofrenia. Neste último é aplicado como monoterapia, mais precisamente em episódios de mania no transtorno afetivo bipolar e episódios maníacos, misto ou depressivo.

Tem como princípio ativo o Hemifumarato de Quetiapina, um antipsicótico que traz a melhora dos sintomas de transtornos mentais. Devido à natureza de sua ação antidepressiva, é possível ver melhora no paciente de qualquer uma das três doenças em apenas 1 semana de utilização.

Contra indicações do Queropax

Este medicamento é contra-indicado em casos de histórico envolvendo alergia ao princípio ativo Hemifumarato de Quetiapina e aos ingredientes do medicamento (excipientes).

Posologia
Em casos de esquizofrenia:
Pacientes adolescentes (13 a 17 anos): 50 a 400 mg nos primeiros cinco dias, ajustando a dosagem para 400 mg a 800 mg ao dia a partir do sexto dia.
Pacientes adultos: 50 a 300 mg nos primeiros quatro dias, ajustando a dosagem para 300 a 450 mg ao dia.

Em casos de depressão:
Pacientes adultos: 50 mg a 300 mg nos primeiros quatro dias, ajustando a dosagem para 400 mg a 600 mg do quarto dia em diante.

Em casos de transtorno afetivo bipolar:

Pacientes adolescentes (13 a 17 anos): 50 a 400 mg nos primeiros cinco dias, ajustando a dosagem para 400 mg a 600 mg ao dia.

Pacientes adultos: a dose recomendada é de 100 mg a 400 mg nos quatro primeiros dias, ajustando a dosagem para até 800 mg ao dia. No sexto dia a dosagem não deverá ser superior a 200 mg ao dia.

Queropax: efeitos colaterais

O uso do Queropax pode originar alguns efeitos indesejáveis em 10% dos pacientes.
Casos comuns apresentam: boca ressecada, insônia, náusea, cefaleia, diarreia, vômito, tontura, elevações dos níveis de triglicérides séricos, aumento da pressão arterial, ganho de peso, tontura, sonolência.

De forma incomum são observados taquicardia, visão embaçada, prisão de ventre, má digestão, fraqueza, febre, aumento da quantidade de açúcar, falta de ar, sonhos anormais e pesadelos.

Casos raros apresentam bradicardia, disfagia, reações alérgicas, diminuição da contagem de plaquetas, convulsão, rinite urinária e inflamação no fígado.

Havendo quaisquer destes sintomas ou outros decorrentes do uso de Queropax, seu médico deverá ser informado.

Superdosagem do Queropax

É possível que surjam ocorrências de sonolência, aceleração do coração e pressão baixa.
O paciente deverá procurar uma emergência médica imediatamente após a superdosagem.

Comunique seu médico em qualquer uma destas ocorrências, para facilitar o tratamento correto destes sintomas.

Armazenamento do Queropax

Manter o medicamento em temperatura ambiente, de 15º e 30ºC, longe de umidade e luminosidade. E de preferência em sua embalagem original, junto com a bula para eventuais consultas.

Não utilizar o medicamento não se estiver fora do seu prazo de validade.
Manter o medicamento longe do alcance de crianças.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.