O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Novo medicamento contra enxaqueca é aprovado pela FDA

O medicamento previne a enxaqueca ao ser tomado após uma vez por mês.

Novo medicamento contra enxaqueca é aprovado pela FDA
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

O medicamento Aimovig, desenvolvido pela Amgen e Novartis foi aprovado pelo órgão dos Estados Unidos responsável pela administração de Comidas e Medicamentos.

A novidade representa uma nova era neste tratamento tão importante para milhares de pessoas. Tratamento de enxaquecas, dores de cabeças intensas que dura por várias horas ou até dias, que interfere nas atividades diárias de quem é afetado.

A enxaqueca em sua forma crônica afeta, de acordo com estimativas, cerca de 2% da população do mundo.

A doença é considerada uma das dez principais causadoras de incapacidade de profissionais. Além disso, os medicamentos que ajudam atualmente a reduzir as dor e os sintomas são projetados para tratar de outros problemas de saúde, como a hipertensão.

O problema do uso destes medicamentos é que com o tempo, ele pode perder a eficácia e até causar outros problemas de saúde com seus efeitos colaterais.

Novidade contra a enxaqueca

Contudo, os pacientes que foram tratados com o medicamento nos testes clínicos não relataram efeitos colaterais.

O Aimovig é inserido no corpo do paciente uma vez por mês por meio de auto-injeção com um dispositivo bem parecido com os de aplicação da insulina.

O medicamento tem como maior objetivo reduzir a frequência de enxaquecas, além de dores menos intensas.

O resultado dos estudos mostram que o Aimovig atua no bloqueio da proteína CGRP, que estimula e prolonga a dor de cabela, sendo capaz de reduzir em 50% ou mais frequência deste problema.

O medicamento passou por três testes, primeiro envolvendo 955, depois 577 e por último 667 pessoas com histórico da doença.

Todos os pacientes que receberam a droga tiveram menos episódios de dores causadas por enxaquecas no mês.

Para os que tomaram somente o placebo, foram observadas reações no local da injeção e constipação, o que atesta o real funcionamento da medicação.

Este tratamento está sendo indicado para quem passa por 15 ou mais episódios de enxaquecas por mês e não contam com outras opções de terapias.

Os médicos ainda estudam os possíveis efeitos colaterais a longo prazo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.