O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Nanomedicina: a técnica capaz de melhorar o poder de qualquer medicamento

Isto foi demonstrado pela pesquisa realizada por um grupo de cientistas da Universidade de Lincoln (Reino Unido).

Nanomedicina: a técnica capaz de melhorar o poder de qualquer medicamento
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Graças aos avanços do mundo científico e da medicina, técnicas de ficção científica podem ser realizadas com o objetivo de melhorar a vida dos seres humanos. Um exemplo disso é a nanomedicina , capaz de aumentar exponencialmente o poder das drogas.

Isto foi demonstrado pela pesquisa realizada por um grupo de cientistas da Universidade de Lincoln (Reino Unido),que criaram uma nova técnica baseada no preenchimento de nanopartículas de ouro com uma proteína, que pode ser usada para concentrar qualquer droga em uma área precisa do corpo , como um tumor cancerígeno.

O que são nanopartículas de ouro?

É um tipo de esfera feita com átomos de ouro extremamente minúsculos, com um diâmetro aproximado de alguns bilionésimos de metro . Estes podem ser revestidos com uma proteína biológica e combinados com certos medicamentos, permitindo que o tratamento “movimente” através do corpo, concentrando diretamente todo o seu potencial para a área mais afetada.

Dessa forma, as nanopartículas são usadas para aplicar drogas que, se não estiverem disponíveis, seriam insolúveis ou se degradariam rapidamente na corrente sanguínea . Desta forma, elas podem superar barreiras biológicas, como a pele, intestinos ou membranas, áreas que, em condições normais, impedisse que o medicamento atingisse seu objetivo.

Já existe em certas drogas

No entanto, embora seja uma tecnologia relativamente nova, a nanomedicina já é realizadas em aplicações fora dos laboratórios em certos produtos que fazem parte de nossas vidas há muitos anos.

Por exemplo, os testes de gravidez , onde essas nanopartículas são incorporadas junto com anticorpos que agem contra um hormônio presente na urina de mulheres grávidas, que reage contra isso e faz com que o teste apareça como positivo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.