O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Ministério da Saúde atualiza números da febre amarela

Governo promete ampliação da vacina para todo o Brasil até abril de 2019.

Ministério da Saúde atualiza números da febre amarela
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

O Ministério da Saúde atualizou na última quarta-feira (28), os números das incidências de febre amarela no país, segundo informações passadas e compiladas de todas as secretarias estaduais de saúde.

Segundo o ministério, o período de monitoramento verificado foi de 1º de julho de 2017 a 27 de março de 2018. Neste espaço foram confirmados 1.131 casos de febre amarela no país. No total, 338 pessoas morreram em decorrência da doença.

Ao todo foram notificados 4.414 casos suspeitos, onde, 2.368 foram descartados e 915 ainda estão sob investigação.

Em 2017, considerando o período de monitoramento (julho/2016 a 20 de março/2017), o número de casos não ultrapassou os 660, enquanto os óbitos confirmados foram de 210 pacientes.

Estados com os maiores índices da doença

Entre o período 1º de julho de 2017 a 27 de março de 2018 o Estado de São Paulo é o que possuiu o maior número de notificações da doença (2.088), com 464 confirmados e 127 óbitos.

Já Minas Gerais conta com 1.364 notificações e um número de confirmados e óbitos maior que SP, chegando a 475 e 147 respectivamente.

O Estado do Rio de Janeiro conta com 361 notificações da febre amarela, sendo 186 confirmados e 63 óbitos.

Vacina será ampliada em todo o Brasil

Após os altos índices registrados da doença, o Ministério da Saúde afirmou em seu site oficial que todo o território brasileiro será considerado como recomendável o processo de imunização.

A ampliação da vacina da febre amarela é preventiva e deve ocorrer de forma gradual, com previsão de ser concluída até abril de 2019.

Atualmente, os Estados do Nordeste e parte do Sul e Sudeste não fazem parte das áreas de recomendação de vacina.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.