O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Medicamento contra mioma no útero provoca lesões graves hepáticas

O medicamento causou problemas graves em usuárias.

Medicamento contra mioma no útero provoca lesões graves hepáticas
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Um medicamento chamado Esmya, normalmente utilizado para tratamento pré-operatório e para reduzir os sintomas dos miomas uterinos provocou lesões hepáticas graves em alguns casos.

Os dados informados são da Agência Européia de Medicamentos, que fez uma revisão de segurança em relação ao medicamento.

De acordo com uma nota publicada pelo Infarmed, Comitê de Avaliação e Risco em Farmacovigilância da Agência, foram notificados casos de lesões hepáticas graves, incluindo casos de insuficiência hepática aguda, o que só pode ser resolvido com transplante.

Por isso, e até que a avaliação seja concluída, a agência da Europa e o Infarmed recomendam análises para verificar a função hepática como precaução durante o tratamento com o Esmya.

Se ficarem indicados problemas no fígado, o tratamento deve ser interrompido. Se forem registradas náuseas, vômitos, dor de barriga, ausência de apetite, fadiga, cor amarelada nos olhos ou pele, é preciso contatar o médico imediatamente.

Estes sintomas descritos podem fazer parte dos problemas hepáticos causados pelo uso do remédio.

Recomendação dos médicos  para portadoras do mioma

Os profissionais foram recomendados a não começarem a tratar as doentes com o remédio e também não iniciar um novo ciclo nas que já pararam de usar o medicamento.

A função hepática deverá ser monitorada mensalmente em quem está sendo tratada com este remédio.

Quem apresentar aumento dos níveis de transamínases para valores superiores ao limite máximo precisaram interromper o tratamento e serem tratadas.

O remédio é indicado para tratamento pré-operatório e intermitente de sintomas moderados e também de miomas mais graves em mulheres adultas de idade reprodutiva.

O mioma é um tumor benigno que se forma a partir do músculo uterino. Ele pode nascer dentro ou fora do órgão e é capaz de alterar o formato do útero quando se desenvolve.

A doença é mais comum entre mulheres negras e não é especialmente prejudicial à saúde. Mesmo sendo desconfortável, pode passar despercebido pela mulher.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.