O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Hospital Municipal de SP inicia atividades com apenas 29 leitos

Dos 250 leitos previstos para a unidade de Parelheiros, hospital é inaugurado com 11% de operação.

Hospital Municipal de SP inicia atividades com apenas 29 leitos
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

O Hospital Municipal de Parelheiros foi inaugurado na última quinta-feira, 29, porém com apenas 11% dos leitos em funcionamento. A unidade é um dos três hospitais prometidos para serem entregues há cerca de dez anos, cuja entrega estava prevista para ocorrer em 2017.

No momento, dos 250 leitos previstos, apenas 29 estarão funcionando com serviços de pronto-atendimento e conta com cinco especialidades: pediatria, cirurgia geral, ortopedia, ginecologia e clínica médica. A unidade começou a ser construída durante a gestão do ex-prefeito Fernando Haddad (PT) e herdado pelo prefeito João Doria (PSDB).

Conforme a secretaria municipal da saúde a estrutura física está praticamente pronta, porém a inauguração deverá ser realizada em etapas, pois os processos de compra de equipamentos e de recursos humanos levam tempo.

Quanto ao atraso na entrega da unidade, o secretário do Estado, Wilson Pollara relatou que em 2017 os valores de arrecadação foram abaixo do esperado e o ritmo da obra foi diminuído. O custo total de construção do hospital foi de R$182 milhões.

Atendimento restrito

A prefeitura afirma que quando finalizado, o pronto socorro vai beneficiar cerca de 2,5 milhões de pessoas, principalmente os 160 mil moradores de Parelheiros.

Dos 29 leitos, o pronto-socorro atenderá apenas pacientes encaminhados de outras unidades de saúde e que sejam considerados com casos de urgência e emergência. Isto é, casos menos graves como virose, febre, fraturas com baixa complexidade e dores em geral vão continuar sendo atendidos pelo AMA Parelheiros ou pelo Pronto Socorro Municipal Balneário São José que ficam a 1 km e 8km de distância respectivamente do novo hospital.

A nova forma de atendimento não agradou a população local que há mais de dez anos aguardavam pela conclusão das obras do Hospital Municipal de Parelheiros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.