O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Exames de Sangue sem precisar ficar em jejum, sabia?

Além disso, a tecnologia ajuda nessa teoria de flexibilização sobre o jejum.

Exames de Sangue sem precisar ficar em jejum, sabia?
Deixe Seu Voto

Além das temidas agulhas, o jejum sempre fez as pessoas fugirem dos exames de sangue, ou, pelo menos, adiarem ao máximo a ida ao laboratório. No entanto, há pouco mais de dois anos essa necessidade de ficar sem comer praticamente caiu.

A chamada “flexibilização do jejum” é o resultado de novas tecnologia associadas a novos estudos médicos que só o exige para alguns pedidos mais específicos e pouco comuns.

Um estudo de 2016 da Associação Européia de Cardiologia comparou pessoas que fizeram o exame em jejum e outras que o fizeram mantendo sua alimentação normal e os resultados eram mais fidedignos na turma que tinha comido. “O jejum falseava os níveis dessas gorduras e não mostrava realmente o que acontecia no momento de maior risco de circularem pelo sangue, ou seja, após as refeições”, atesta Gustavo Campana, um dos três autores da nova recomendação de flexibilização do jejum da Sociedade Brasileira de Cardiologia em parceria com a SBPC/ML.

Além disso, a tecnologia ajuda nessa teoria de flexibilização sobre o jejum. Antes, os reagentes usados na análise não conseguiam separar a gordura dos alimentos das substâncias a serem examinadas. Já as novas tecnologias conseguem fazer essa distinção se utilizando de métodos de luminescência. Ou seja, não precisa mais ficar sem comer para obter os resultados mais precisos.

Alguns laboratórios, mais receosos, ainda exigem o jejum e isso deve ser respeitado, além, é claro, do pedido médico, que também pode fazer essa exigência. Mas essa flexibilização veio ara ajudar muita gente, principalmente os diabéticos, que correm o risco de uma hipoglicemia após terem jejuado. Sem falar nas crianças, gestantes e idosos, mais dependentes de uma alimentação regular.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.