O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Cipionato de testosterona: para que serve, preço, como tomar e efeitos

Como uma opção sintética da testosterona, o cipionato de testosterona tem grande potencial.

Cipionato de testosterona: para que serve, preço, como tomar e efeitos
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

O Cipionato de testosterona é um medicamento usado para tratar problemas hormonais, mas tem sido muito utilizado como anabolizante, a exemplo do Deposteron. Ele é vendido em farmácias, mas deve ser usado com cuidado quando se trata de fins estéticos, porque pode prejudicar a saúde do indivíduo.

Quais são os efeitos do Cipionato de testosterona?

Como uma opção sintética da testosterona, o cipionato de testosterona tem grande potencial, podendo introduzir uma grande quantidade de testosterona no corpo de quem o utilizar.

O medicamento pode trazer resultados significativos para quem procura ganho muscular e força. Comercializado como um anabolizante andrógeno, ele possibilita um aumento substancial no tecido e com isso, ganho de massa muscular.

É importante ressaltar que o cipionato de testosterona é um medicamento para quem sofre de hipogonadismo, doença que afeta as gônadas (testículos e ovários) e com isso elas não produzem de forma adequada os hormônios sexuais (testosterona ou estrogênio).

Como um medicamento com forte atuação hormonal ele pode trazer uma série de outros benefícios para seus usuários, como:

  • Emagrecimento;
  • Recuperação de músculos danificados;
  • Mais energia para treinos exaustivos;
  • Auxilio na prevenção de doenças cardiovasculares;
  • Maior resistência e recuperação depois de exercícios;
  • Aumento na produção de glóbulos vermelhos.

Usando o Cipionato de testosterona

Sempre é importante salientar que a avaliação médica é muito recomendada, para que ele possa orienta-lo e auxiliar com qualquer dúvida que tenha. 

O cipionato de testosterona é aplicado através de injeção intramuscular – diretamente no músculo. Nunca deve-se aplicar esse medicamento na veia. Além de que, há implicações no mau uso do medicamento. Mesmo quando ministrado de forma correta ainda podem ocorrer efeitos colaterais.

Também tem que se respeitar os ciclos de aplicação do medicamento. E assim como qualquer outro anabolizante, o cipionato de testosterona passa pelo mesmo processo de aplicação.

Semanalmente as aplicações devem alcançar até 500mg, durante dez semanas. E não pode haver falha ou interrupção nos ciclos, para evitar perda de líquido, eliminando assim todo o ganho muscular que aconteceu durante o período de aplicação, prejudicando completamente o progresso alcançado até o momento.

Quais são os efeitos colaterais?

De um simples dipirona até um tratamento mais complexo, sempre pode haver efeitos colaterais na utilização de qualquer medicamento. Com isso podemos listar os seguintes efeitos colaterais relacionados ao cipionato de testosterona:

  • Vômito;
  • Atrofia dos testículos;
  • Câncer de próstata;
  • Taquicardia;
  • Risco de infarto;
  • Aumento de pressão arterial;
  • Depressão;
  • Dores na região do abdômen;
  • Alterações na pele;
  • Queda de cabelo;
  • Ereções com dor;
  • Dificuldade para urinar;
  • Aumento/redução do apetite sexual;
  • Enjoo;
  • Cefaleia;
  • Taquicardia;
  • Insônia.
O Cipionato de testosterona é vendido onde? Ele é legal?

O cipionato de testosterona é encontrado em farmácias pelo Brasil, mas não pode ser vendido online. Pelos riscos que ele pode trazer para o paciente a ANVISA só autorizou sua venda mediante apresentação de receita médica. Isso aconteceu devido à venda indiscriminada do medicamento para fins estéticos e possíveis casos de má utilização podendo por risco a vida do paciente.

Os valores, normalmente, ficam entre R$36,00 e R$43,00.

Novamente é importante salientar que, o uso de qualquer medicamento sem acompanhamento médico não é recomendado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.