O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Câncer de mama é associado ao consumo de embutidos

Alimentos embutidos já figuram na lista da OMS como sendo perigosos.

Câncer de mama é associado ao consumo de embutidos
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Os alimentos embutidos já estão na lista da Organização Mundial de Saúde (OMS) há dois anos e figuram como vilões, pois possuem altos fatores de risco para o câncer. Entre os embutidos mais conhecido são a salsicha, queijo, presunto, calabresa, salame entre outros.

Uma investigação recente feita por cientistas da Universidade de Glasgow, Escócia, mostraram que existe uma ligação do consumo desses alimentos com o câncer de mama.

O estudo, realizado com mais de 250 mil mulheres entre 40 a 69 anos, revelou que ao consumir nove gramas de embutidos diariamente ampliou em 21% as chances de desenvolver um tumor.

Nos Estados Unidos, por exemplo, onde o câncer é considerado a segunda causa de óbitos segundo a American Cancer Society (ACS) estima-se que ainda em 2018 cerca de 1,7 milhão de novos diagnósticos de câncer apareçam e mais de 609 mil mortes pela doença aconteça.

Mudanças nos hábitos alimentares

Não é novidade que a maioria dos especialistas estimam que a maioria dos casos de câncer podem ser evitados com mudança no estilo de vida da pessoa.

Os alimentos embutidos possuem aditivos que, mesmo aprovados para serem usados na indústria alimentar, são controversos. Entre esses aditivos incluem o nitrito de sódio encontrado em carnes processada e o dióxido de titânio, um pigmento alimentar branco.

Os estudos sobre os efeitos dos alimentos processados na saúde das pessoas, ​​é uma área relativamente nova. Além de estarem ligados ao risco de câncer, estudos apontam que o consumo destes tipos de alimento também estão ligados ao risco de obesidade, pressão alta e colesterol.

Deve-se ressaltar que a pesquisa não mostrou ligação significativa entre o câncer com o consumo de alimentos menos processados, ou um menor risco de câncer em geral, mas todo o cuidado para manter a qualidade de vida é sempre importante garantem os médicos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.