O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Anuscopia: o que é, como é realizado, resultado e sintomas

Geralmente, o local para a realização da anuscopia é no consultório do profissional responsável por esse exame.

Anuscopia trata-se de um procedimento bastante simples, que consiste em um exame endoscópico, ou também chamado de anuscópico, realizado na região perioanal do paciente.

Essa região do ânus está situada entre o que é conhecida como margem anal e o reto. O exame é bastante útil para detectar fissuras e feridas anais, além de hemorróidas, condições como papilas, lesões no canal ano-retal, e condilomas.

O instrumento utilizado para o procedimento é chamado de anuscópio. Trata-se de um equipamento pequeno e tubular fabricado para realização destes procedimentos e exames no canal do ânus.

Quando será necessária a realização a anuscopia?

Normalmente, esse exame é solicitado pelos clínicos gerais, cirurgiões, gastroenterologistas, e outros especialistas.

E embora ele seja solicitado por diversos especialistas, é o coloproctologista que irá realizar o esse procedimento.

Este tem como principal objetivo um exame preciso canal do ânus, cujo o músculo anal precisa ser aberto para que possa ser realizado o procedimento.

Por este motivo, anuscopia precisa ser utilizada.

Principais doenças que serão examinadas através da anuscopia

  • Hemorróidas
  • Prolapsos da mucosa retal
  • Fissuras ou feridas
  • Condilomas
  • DST (doenças sexualmente transmissíveis)
  • Presença de tumores

Os seguintes sintomas necessitarão de um exame. São estes:

  • Dores
  • Distúrbios evacuatórios.
  • Secreção anal
  • Alterações na pele do ânus
  • Sangramento anal
  • Ardência
  • Muco
  • Anormalidades que geralmente são detectadas no exame digital

Contraindicações da anuscopia

Não existe uma real contraindicação para o procedimento da anuscopia. Porém, uma inspeção na região anal através do exame de toque no reto, deve ser realizada previamente ao procedimento.

Caso o paciente sinta dores durante essa etapa do procedimento por causa de uma fissura ou uma ferida no ânus, então a anuscopia deverá ser adiada.

Ademais, não será possível realizar a anuscopia no caso de o paciente ter estenose, condição que consiste no estreitamento anal.

Como esse exame é realizado

Geralmente, o local para a realização da anuscopia é no consultório do profissional responsável por esse exame. Esse profissional é conhecido como coloproctologista.

Para que o médico consiga realizar o procedimento, o paciente deve deitar-se de lado de modo que seus glúteos e região anal fiquem expostos para a realização do procedimento.

Para evitar dores e até desconforto, a xilocaína em gel é utilizada. Em casos raros, uma sedação será necessária.

Recomendações médicas no pós-exame

Embora na grande maioria dos casos não exista recomendação após a realização da anuscopia, sempre é bom estar atento a situações específicas.

Caso haja alguma recomendação, o paciente deve seguir à risca todas as orientações do especialista.

Gestantes podem realizar o exame de anuscopia?

Sim, no caso de haver necessidade, gestantes poderão realizar esse exame normalmente. Isso porque não existe uma contraindicação da anuscopia para mulheres grávidas, o que faz com que a realização desse exame não diferencie gestantes de não gestantes.

Resultados do exame da anuscopia

De acordo com o resultado da anuscopia, o médico então encaminhará o paciente ao tratamento necessário que varia segundo as causas de determinada doença ou condição do indivíduo.

No caso de algumas doenças, assim como anormalidades, estas condições devem ser descritas pelo especialista e o paciente então inicia o tratamento se houver a necessidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.