O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Ansiedade: o que é, quais as causas, sintomas e tratamento

Indivíduos que sofrem com estes transtornos de ansiedade levam sentimentos de medos e preocupações ao extremo.

Ansiedade: o que é, quais as causas, sintomas e tratamento
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

ansiedade é caracterizada como uma das emoções comuns que sentimos, principalmente em alguma situação ou perigo iminente; por exemplo uma entrevista de emprego, uma prova, apresentação de um trabalho de conclusão de curso, etc.

Outras situações vividas durante o dia também podem causar uma leve ansiedade. Nestes casos então, a ansiedade moderada não atrapalha a qualidade de vida do indivíduo.

O que é um transtorno crônico de ansiedade generalizada

Entretanto, quando esse transtorno foge do comum, e alcança um nível excessivo, ela pode ser considerada um transtorno, já que compromete principalmente a vida social e profissional de uma pessoa.

Indivíduos que sofrem com estes transtornos dê levam sentimentos de medos e preocupações ao extremo até mesmo em situações simples de serem resolvidas.

Por excesso de medo, não conseguem resolver, o que acaba se tornando um ciclo vicioso.

Além disso, pessoas que são ansiosas em nível elevado apresentam sintomas físicos e emocionais que prejudicam suas atividades do dia a dia.

Felizmente, hoje em dia existem diversos tipos de tratamento para transtornos de ansiedade.

Relação entre a ansiedade e o medo

Alguns especialistas apontam como algo bastante próximo do medo e preocupação, ou do excesso de preocupação, ou fobia, se ela for considerada excessiva.

Isso porque a preocupação é um sentimento decorrente do medo. Esse medo na maioria das vezes está relacionado a algo não acontecer exatamente da maneira como gostaríamos.

O medo também está ligado a ocorrências perigosas da vida, como acidentes, violência, etc.

Todos estes sentimentos estão associados ao nosso instinto de sobrevivência; entretanto, o que não pode acontecer é uma emoção excessiva relacionada a este medo.

Quando ela é excessiva, e prolongada, também chamada de ansiedade crônica generalizada, ela acaba elevando nossos níveis de estresse e tensão de uma pessoa.

E esse nível de adrenalina e tensão exagerado pode até mesmo provocar graves doenças físicas, ou levar a ansiedade a outros distúrbios emocionais.

Muitas das pessoas com ansiedade crônica em nível elevado involuntariamente conduzem essa ansiedade para outros tipos tais como: transtorno obsessivo compulsivo (TOC), ou síndrome do pânico.

Principais sintomas de ansiedade

Sintomas psicológicos:

  • Estresse e tensão constantes
  • Sensação de algum acontecimento ruim iminente
  • Problemas para se concentrar
  • Medo intenso
  • Pensamentos e idéias obsessivas sem controle
  • Preocupação fora da realidade
  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Agitação das pernas e dos braços
  • Dificuldades na fala
  • Problemas para se abrir em relação ao pensamento obsessivo
  • Medo de julgamento
Sintomas físicos associados à ansiedade crônica
  • Aperto ou sensação de pressão no peito
  • Taquicardia
  • Falta de ar ou respiração ofegante
  • Sudorese em excesso
  • Tremores nas mãos
  • Sensação cansaço ou fraqueza
  • Boca seca (o que induz a dificuldade na fala)
  • Calafrios
  • Visão turva
  • Náuseas
  • Tensão muscular
  • Diarreia
  • Tontura
Principais causas da ansiedade

Embora não se saiba ao certo o motivo pelo qual uma pessoa desenvolve este distúrbio crônica, alguns estudos apontam para diversas causas, entre elas:

  • Fatores genéticos: histórico de ansiedade na família
  • Experiências traumáticas: vivência negativas que levam o indivíduo a preocupações excessivas
  • Modelo de pensamento: forma de lidar com os problemas da vida
Tratamento da ansiedade

Para o tratamento, o portador do distúrbio deve consultar-se com um médico que possa encaminhá-lo ao psicológico, e se necessário, ao psiquiatra.

Tratamentos psiquiátricos vão requerer o uso de remédios para o controle das emoções.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.