O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Alzheimer: causas, sintomas e tratamentos

A Alzheimer é uma doença sorrateira, de início ela não ocasiona nenhum sintoma aparentemente suspeito.

Alzheimer: causas, sintomas e tratamentos
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Alzheimer é um transtorno que incapacita quase toda a capacidade intelectual de um indivíduo, de se comunicar conscientemente com um amigo ou familiar, além de realizar tarefas adequadamente.

A Alzheimer é uma doença sorrateira, de início ela não ocasiona nenhum sintoma aparentemente suspeito. O que pode ocorrer é uma perda de memória, algo tipicamente comum hoje em dia, o que teoricamente não levanta suspeitas.

A Alzheimer afeta na maioria dos casos, pessoas com mais de 60 anos de idade. No decorrer do tempo, a doença evolui e toma proporções gigantescas. O paciente com Alzheimer pode ficar literalmente incapaz de realizar suas atividades, dessa forma, ele se torna dependente da ajuda alheia.

A seguir iremos mostrar quais são os típicos sintomas de Alzheimer. Vale salientar que no início, pode ser que a doença não iniba sintomas aparentes.

Sintomas do Alzheimer

Perda de memória: O indivíduo com Alzheimer tende a perder a memória parcialmente ou literalmente. No estágio inicial, a tendência é que haja esquecimentos de fatos recentes, como o nome de um conhecido recente, ou até mesmo o restaurante frequentado no dia anterior.

Quando a doença evolui, a tendência é que a Alzheimer provoque um dano ainda maior. A pessoa tende a esquecer os nomes dos seus familiares, além do seu próprio nome, data de aniversário, idade, enfim.

Comunicação incoerente: Quem sofre de Alzheimer normalmente se expressa com extrema dificuldade. As palavras são dificilmente encaixadas num contexto normativo, ou seja, a fala na maioria das vezes torna-se sem sentido

Picos de humor: O indivíduo com Alzheimer torna-se confuso e agitado. Com isso, ocorre o que podemos chamar de picos de humor.

Esse pico altera o humor do indivíduo inexplicavelmente. Num determinado instante o paciente fica calmo, e do nada, sem explicação óbvia, ocorre o inverso.

Noções básicas: Creio que uma das noções básicas que um ser humano possui é a do tempo e espaço. Infelizmente a Alzheimer pode corromper essas percepções.

Com isso, esquecimentos comuns ocorrem, como o endereço de casa, localidade atual, telefone celular, entre outros. Essas informações são corrompidas devido ao distúrbio cerebral existente.

Andar sem destino: Esse sintoma de Alzheimer normalmente ocorre com a maioria dos pacientes. Devido à confusão mental, ou outros fatores psicológicos, a pessoa vaga sem nenhum rumo. Em alguns casos , os familiares registram boletim de ocorrência, constando o desaparecimento, se ele persistir até 48 horas.

Essa repetição é bem monótona mesmo, o paciente pode repetir uma única palavra várias vezes sequencialmente.

Repetição de palavras: Basicamente todos que sofrem de mal de Alzheimer repetem palavras constantemente. Isso significa que o estágio da doença se agravara.

Necessidades fisiológicas: A Alzheimer impossibilita que as pessoas consigam realizar suas necessidades fisiológicas naturalmente. Geralmente o indivíduo faz suas necessidades na roupa, o que obriga um parente a limpá-lo. Nesses casos, o mais viável é a utilização da frauda.

Conclusão sobre os sintomas de Alzheimer

Estes foram alguns dos sintomas de Alzheimer mais comuns, obviamente que existem outros. Os demais são bem semelhantes, trata-se de comportamentos incomuns, como vestir roupa ao contrário, se comportar como criança, etc.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.