O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Alprazolam: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Os efeitos colaterais já registrados durante o tratamento com Alprazolam podem incluir prisão de ventre, depressão.

Alprazolam: para que serve, como tomar e efeitos colaterais
4 (80%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Alprazolam é um medicamento indicado para ansiedade e não deve substituir o tratamento apropriado de psicose. Além de auxiliar no tratamento da condição de pacientes acometidos por transtornos de ansiedade, este medicamento também pode ser útil no tratamento do transtorno do pânico, com ou sem agorafobia, ataques súbitos de apreensão intensa, medo, terror e até alcoolismo.

A agorafobia é o medo de estar em espaços abertos ou no meio da multidão.

Efeitos do alprazolam

Os efeitos colaterais já registrados durante o tratamento com Alprazolam podem incluir prisão de ventre, depressão, alterações na memória, ansiedade, tremor, tontura, sonolência, perda de consciência, falta de coordenação motora, dificuldade para dormir, dor de cabeça, confusão, fala lentificada e difícil de compreender, secura na boca, nervosismo, náusea, inflamação na pele, cansaço extremo, irritabilidade, visão embaçada, diminuição do apetite, diminuição da libido ou impotência sexual, sensação de cabeça vazia, alterações no do equilíbrio ou perda ou aumento de peso.

Este medicamento é classificado na categoria D de risco de gravidez. Sendo assim, não deve ser utilizado por grávidas sem orientação médica especializada.

A paciente com intenção de engravidar deve sempre informar seu médico, bem como a suspeita de gravidez. Ignorar estas orientações podem causar dano potencial ao feto.

Como usar 

A dose adequada deste medicamento será orientada e individualizada pelo seu médico sempre baseada na condição dos sintomas.

Nunca ingira qualquer medicamento em quantidades diferentes, maiores ou menores, ou por mais tempo do que o recomendado pelo profissional de saúde. Siga todas as instruções do seu rótulo de prescrição.

Pacientes não devem descontinuar o tratamento com este medicamento abruptamente.

A dose deve ser reduzida paulatinamente e em alguns casos, lentamente.

Informações importantes:

Pacientes que já possuem histórico de alergias ao Alprazolam, a outros benzodiazepínicos, ou a qualquer componente da fórmula do produto, não devem usar este medicamento.

Também não é recomendado o uso em pacientes que tenha:

  • miastenia gravis (uma doença de nervos e músculos que resulta em fraqueza muscular);
  • glaucoma de ângulo estreito agudo (aumento da pressão dentro dos olhos);
  • menos que 18 anos.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance de crianças e não deve ser compartilhado com outras pessoas. A consulta ao seu médico é fundamental para garantir que as informações exibidas nesta página se apliquem às suas necessidades pessoais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.