O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Prednisona: para que serve, indicações, como usar

Este medicamento é um anti-inflamatório, antialérgico e antirreumático.

Prednisona: para que serve, indicações, como usar
Deixe Seu Voto

A prednisona é um remédio conhecido pelas suas propriedades anti-inflamatórias, antialérgicas e antirreumáticas, servindo assim para tratar de doenças na pele, de alergias e também do reumatismo, tumores e outras.

O remédio é encontrado nas farmácias brasileiras em 5 mg ou 20 mg. Este medicamento é responsável pelo tratamento de doenças ligadas aos corticosteroides.

Problemas de saúde como doenças alérgicas, problemas com colágenos, doenças na pele, doenças endócrinas, doenças do sangue e doenças dos músculos e ossos são indicadas para serem tratadas com este remédio.

Sua ação e efeito no organismo não podem ser descritos porque cada doença e a resposta do organismo funcionam de forma diferente.

Portanto, sabe-se que o tratamento combate inflamações, problemas de articulação e também os processos de alergia.

Contraindicações e mais detalhes da prednisona

O remédio não pode ser tomado por quem tenha alergia ao remédio ou a qualquer componente da fórmula.

Pessoas que tem infecções sistêmicas por fungos ou histórico por infecções fúngicas também são contraindicados.

Gestantes, mulheres que amamentam ou em idade fértil precisam buscar um médico para saber mais detalhes sobre o remédio, já que podem ser apresentados problemas para o feto ou bebê recém-nascido.

Não tome a substância sem procurar um médico, pois ainda não existem estudos que deixem claros os efeitos colaterais do remédio ao bebê.

Esta substância é passada para o bebê através do leite materno. Portanto, a cautela é necessária.

Para crianças, o remédio precisa ser oferecido sempre em tratamento descrito pelo médico. Tratamento prolongado com a substância poderá afetar o crescimento da criança.

Entre os efeitos colaterais, aparecem várias alterações: na pele, glândulas, no estômago e intestino, nos olhos, no sistema nervoso, ossos, músculos e psiquiátricas.

Seu preço varia por conta de quantidade na caixa ou marca que oferece a substância: entre 11 e 16 reais.

Buscar o médico sempre é a melhor escolha, a automedicação pode ser perigosa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.