O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Diprospan: para que serve esta medicação e como usar

Conheça mais detalhes sobre o diprospan e saiba tudo sobre a medicação.

Diprospan: para que serve esta medicação e como usar
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

O remédio diprospan é um medicamento muito indicado para o tratamento de diversos problemas de saúde e isso se dá por conta da versatilidade do fármaco.

Ele pode tratar doenças agudas e crônicas na pele, no aparelho respiratório, nos músculos, gastrointestinais e outras condições de inflamações no organismo.

Ele conta com os princípios ativos dipropionato de betametasona e fosfato dissódico da mesma fórmula. Ainda podem ser encontrados fosfato de sódio dibásico, cloreto de sódio e outros.

Ele é indicado para alergias, inchaços, asma, rinite, bronquite, doença crônica obstrutiva do pulmão, artrite, osteoartrite, colite ulcerativa, lesões nos músculos, torcicolo, bursite, lúpus, tumores e outros.

Os maiores efeitos da medicação são o anti-inflamatório, antialérgico e antirreumático. O fármaco é injetável em quadros clínicos crônicos ou agudos que respondam aos corticoides.

Ele não deve ser usado como principal medicamento do tratamento, mas como um coadjuvante, com aplicações intramuscular, intra-articular, intradérmica ou intralesional, nunca intravenosa.

Diprospanmais detalhes e informações sobre o medicamento

Entre os seus efeitos colaterais aparecem retenção ao sódio, perda de potássio, fraqueza nos músculos, perda de massa muscular, osteoporose, esofagite, distensão do abdômen, diabete mellitus. depressão, alterações o humor, euforia e outros.

O uso em grande quantidade deste medicamento não gera riscos graves para a saúde, exceto se o uso for em doses elevadas acima do normal.

Os pacientes que tem diabetes mellitus, glaucoma, úlcera péptica ativa ou que fazem uso de medicamentos digitálicos, diuréticos ou anticoagulantes merecem atenção especial.

Se houve aplicação de quantidade elevada da medicação, é necessário beber muito líquido além de monitorar os eletrólitos séricos e urinários.

O Diprospan não deve ser tomado por que já teve distúrbio hemorrágico, lesão na cabeça ou cérebro, alergia a álcool benzílico, catarata, glaucoma ou qualquer outro problemas oculares ou infecção ocular, depressão ou outra doença mental, diabetes, doença cardíaca, ataque cardíaco, pressãl alta, doenças nos rins, tuberculose, diverticulite, úlceras ou problemas intestinais.

Em geral seu preço em geral gira entre R$ 19,13 a R$ 34,87.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.