O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Amoxicilina: para que serve, efeitos colaterais e mais detalhes

Saiba tudo sobre a amoxicilina e evite cometer erros antes de ir na farmácia!

Amoxicilina: para que serve, efeitos colaterais e mais detalhes
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Amoxicilina é um medicamento antibiótico que faz parte da família das penicilinas. Seu principal papel é tratar as infecções das vias respiratórias, urinárias, na região genital, cutânea, germes e bactérias.

A amoxicilina só pode ser vendida nas farmácias sob prescrição médica. Este remédio é um antibiótico, fazer o uso sem consentimento médico pode trazer problemas para a saúde.

É possível encontrar este remédio nas principais redes de farmácias com posologias variadas entre 250 mg e 500 mg.

Seu uso pode ser feito por quem está enfrentando Faringite, Amigdalite, Infecções no trato urinário, gastrite infeciosa, cistite, sinusite, pneumonia e outros.

A medicação tem eficácia em bactérias do gênero coli, sterptococcus, gonorrhoea, enterococcus, shigellae e outras presentes em sua bula,

Entre os seus efeitos colaterais aparecem náuseas, candidíase, cólicas, diarreia e urticária. Vale lembrar que somente 3% dos pacientes relataram algum problema relacionado a este remédio.

Amoxicilina: mais detalhes imporantes

Este remédio tem efeito sobre a contracepção por anticoncepcional em homens e mulheres. Para utilizar este medicamento e garantir que não haverá uma gravidez indesejada, o uso da camisinha é o mais indicado.

Só será possível depender somente do anticoncepcional como método de contracepção após próximo ciclo.

O uso do medicamento deve ser feito de oito em oito horas, quando o comprimido for de 500 mg ou 5 ml.

Em casos de infecções mais leves e moderadas, a dosagem pode ser ajustada para 25 mg por dia. Infecções sérias como otite, sinusite e infecções no trato urinário podem ser tratados com 45 mg por dia.

Dependendo da gravidade da infecção, o indivíduo poderá fazer o uso de uma grama a cada oito horas. Mais que isso, você poderá passar por uma superdosagem!

Este medicamento normalmente é usado para tratamento dos pacientes entre 7 e 14 dias, desde que não tenham interrupção e que não haja interações com outras substâncias que possam anular o seu efeito.

O fármaco não pode ser tomado para quem tem sensibilidade a penicilina, antibióticos, a beta-lactâmicos, insuficientes renais e outros.

Busque sempre o médico e evite a automedicação, esta prática pode ser prejudicial para a sua saúde.

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.