O Jornal da Saúde é um site de portal de notícias online com o objetivo de trazer assuntos relacionados sobre saúde e bem estar.

Aceclofenaco (Proflam): definição, preço e contraindicações

O Aceclofenaco (Proflam) é anti inflamatório analgésico, confira informações sobre ele.

Aceclofenaco (Proflam): definição, preço e contraindicações
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Se você está buscando informações sobre o aceclofenaco, estamos aqui para lhe detalhar o funcionamento deste princípio ativo.

Vendido comercialmente sob o nome fantasia Profma, o remédio é um anti inflamatório não esteroide, analgésico de uso oral e tópico, tendo como principal ação agir nos tecidos inflamados.

Este remédio também é conhecido no ramo farmacêutico sob o nome fantasia Cecoflan. Seus efeitos normalmente são indicados pela comunidade médica para pacientes que acabaram de passar por cirurgias.

Além disso, o remédio é usado contra periartrite escápulo umeral, reumatismo extra articular, artrite reumatóide, osteoartrite e espondilite anquilosante.

O preço desta medicação costuma girar em torno de 16 e 42 reais, normalmente dependendo da marca que a comercializa, a quantidade de comprimidos por embalagem e também da forma de apresentação.

Entre os seus efeitos colaterais, aparecem as possíveis irritabilidade, endurecimento da pele e coceira. Este remédio não pode ser tomado de forma alguma por mulheres que já estejam na segunda metade da gravidez, por vítimas de alergia a aspirina e por quem tem problemas como broncoespasmos induzidos por aspirina.

O modo de uso do aceclofenaco é oral, normalmente indicado para adultos o uso de 100 mg a cada doze horas, uso tópico, e também a aplicação de uma fina camada sobre a área afetada três vezes por dia.

Detalhes sobre o aceclofenaco

Mães que ainda estão amamentando os seus bebês não podem tomar o remédio, menores de 12 anos também não podem fazer o uso desta medicação.

A orientação médica é mais que necessária antes do uso de qualquer remédio, a automedicação pode trazer sérios danos para a saúde dos indivíduos que a fazem.

Os idosos podem tomar a mesma quantidade da substância que os adultos, mas é necessário cuidado, pois os idosos são suscetíveis a reações a substâncias medicinais.

Dores abdominais, náusea, tontura e diarreia são reações consideradas comuns para quem faz uso do remédio, entre 1 e 10% dos usuários observaram os sintomas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.